“O objetivo da transformação digital nas empresas não é digitalizar processos apenas,
mas ser Ágil com meios e ferramentas digitais.”
– André Bueno
Serviços

Afinal, o que é a transformação digital nas empresas ?

Basicamente, a transformação digital nas empresas permite a utilização de novas tecnologias digitais, ou ainda criar tecnologias.

Tudo para otimizar e melhorar processos de negócios, a cultura e experiências de clientes existentes para atender às mudanças nos requisitos de negócios e mercado.

Essa reimaginação dos negócios na era digital geralmente é chamada de transformação digital.

Por isso a transformação digital transcende as funções tradicionais como: vendas, marketing e suporte ao cliente.

Ela começa e termina com a forma como você vê e constrói relacionamentos e clientes.

Conforme passamos do papel para planilhas, ou para aplicações inteligentes para gerenciar nossos negócios, temos a oportunidade de reimaginar como conduzimos nossas empresas.

Como exatamente engajamos nossos clientes – mas agora com a tecnologia digital do nosso lado.Parece coisa de gente grande. Para grandes empresas apenas. Porém, para empresas menores que estão apenas começando neste assunto, um recado:

“Você não precisa deixar para depois para configurar seus processos de negócios e transformá-los. “

Você pode provar o futuro da sua empresa a partir do que você já tem.

Agora, criar um negócio do século 21 com folders e livros escritos à mão simplesmente não é mais sustentável. Pensar, planejar e construir de forma digital transforma você para ser mais ágil, flexível e preparado para crescer neste novo mercado.

Ao mesmo tempo que as empresas tentam a transformação digital, muitas delas dão um passo atrás. Eles se perguntam se estão realmente fazendo as coisas adequadas. Ou se estão fazendo o certo para si e seus negócios.

 

CRISES, TRANSFORMAÇÃO DIGITAL E INOVAÇÃO NAS EM EMPRESAS

Hoje as crises já não são mais momentâneas ou pontuais. Agora elas acontecem freqüentemente, quando você menos espera. Por isso, é necessário ser ágil e ser capaz de transformar limitações em integridade física e financeira.

Em cenários assim, a transformação digital é imperativa para todas as empresas, desde a pequena até a de grandes corporações.

Essa mesma mensagem é dita em voz alta e clara em várias as palestras, fóruns de discussões, artigos ou estudos ligados a como as empresas podem permanecer competitivas e relevantes.

Isso à medida que o mundo se torna cada vez mais digital.

Contudo, o que ainda não está determinado para inúmeros líderes empresariais é o que transformação digital significa afinal.

Por isso muitas questões costumam vir na mente das pessoas:

Transformação Digital nas Empresas e Crises
A economia pode ser mais cíclica e volátil do que imaginamos. Responder a ela com agilidade deve ser imperativo para a manutenção das suas atividades.

É apenas uma maneira cativante de se mover para a nuvem?

Quais são os passos precisos que Ter de Levar?

Temos que projetar novos cargos para colaboradores que nos ajude a criar uma estrutura para a transformação digital na minha empresa, ou contratar um serviço de consultoria?

Quais elementos da nossa estratégia de negócios terei que mudar?

Vale a pena passar por uma transformação digital na minha empresa?

Maturidade empresarial

 

Mas também vale ressaltar também que as organizações de hoje estão em vários lugares no caminho da transformação digital.

Entre as questões mais difíceis na transformação digital pode estar nas maneiras de superar as montanhas originais entre a visão holística para a execução da transformação empresarial.

Mas caso você esteja se sentindo preso no seu trabalho de transformação digital, você não está sozinho.

Muitos empresários, CIOs, CEOs, CTOs, e organizações pensam que ficam muito atrás de seus pares na transformação digital. Mas nem sempre é esse o caso.

Todavia, as organizações que estão muito bem no caminho da transformação digital enfrentam obstáculos hoje. Como orçamento, lutas para manter talentos e para realizar a mudança de cultura empresarial.

Veremos alguns pontos e observações para que organizações de vários setores possam trilhar melhor pelo caminho da transformação digital.

 

O que é a transformação digital nas empresas?

 

Bom, primeiro: A transformação digital pode parecer diferente para cada empresa. Por isso muita gente tem dificuldade em identificar uma definição clara que diga respeito a todos.

Para Melissa Swift, que lidera a Assessoria Digital da Korn Ferry USA, ela observa que o termo “digital” tem um problema, já que significa muitas coisas para inúmeras pessoas.

A transformação digital pode ter inúmeros significados.
Digital pode significar muitas coisas diferentes, para pessoas diferentes.

“Diga ‘digital’ para uma pessoa e eles pensam em dirigir sem papel; outro poderia pensar em análise de dados e inteligência artificial; outro pode imaginar equipes ágeis; ainda outro pode pensar em escritórios de plano aberto… Imagine pedir um hambúrguer de novo e de novo, e ir de um cachorro-quente a um sanduíche de frango para uma salada Caesar…”

No entanto, geralmente, definimos a transformação digital como a integração da tecnologia digital. Em cada área de um negócio. Por conseqüência levando a ajustes fundamentais na forma como as empresas operam e como entregam valor aos clientes.

Ajustes estes que te permitem aumentar o engajamento de clientes e funcionários, reduzir custos ou desperdícios, aumentar o faturamento, melhorar o mix de produtos, entre outros benefícios.

Porém, é uma mudança cultural que exigirá que as organizações desafiem continuamente o status quo. Elas provavelmente experimentaram muitas vezes, e devem se sentir confortáveis com os fracassos do seu dia-a-dia.

“A transformação digital fecha a lacuna entre o que os clientes digitais já esperam e o que as empresas tradicionais e analógicas realmente entregam.”

 

Pilares da transformação digital para empresas

 

Porém, preencher esta lacuna envolve:

 

  • Mudança na liderança.
  • Pensamento diferenciado,
  • Incentivo à inovação
  • modelos de negócios in house,
  • Incorporar digitalização de ativos e um uso elevado da tecnologia para impulsionar o conhecimento dos colaboradores, clientes, fornecedores, parceiros e stakeholders da sua organização.

Por exemplo, na Monsanto, Swanson discutiu a transformação digital nas empresas quando se trata de centricidade do cliente.

“Discutimos operações automatizadas, sobre pessoas e sobre nossos modelos de negócios… Entre os tópicos estão análise de dados, tecnologias e software – que são ativadores, não drivers. …No coração de tudo está liderança e cultura. Você pode ter essas coisas – a visão do cliente, a mercadoria e os serviços, dados e tecnologias incríveis – mas se a liderança e a cultura não estão no centro, a transformação falha.” “, diz Swanson.”

transformacao digital e foco
Centricidade do cliente

Entender quais métodos digitais para sua empresa, seja você uma instituição financeira, agrícola, farmacêutica, corporate ou de varejo, é vital.

 

E por que a transformação digital importa para as empresas?

 

Um negócio pode assumir a transformação digital por uma série de razões.

Mas, de longe, a razão mais provável é bem comum: a preocupação em sobreviver no mercado.

Howard King, em um artigo para o The Guardian, coloca dessa forma: “As empresas não se transformam por escolha. As empresas passam pela transformação para se manterem no mercado.”

Apenas 53 empresas permaneceram na Fortune 500 desde 1955
As demais empresas costumam serem substituídas a cada 14 dias.

De tal forma, John Marcante, CIO da Vanguard, também aponta: “Basta considerar o S&P 500. Em 1958, as corporações americanas permaneceram nesse índice por tipicamente 61 anos, com base na American Enterprise Foundation.

Hoje, as empresas estão sendo substituídas no S&P aproximadamente a cada 14 dias.

A tecnologia impulsionou essa mudança, e as empresas que buscam o sucesso devem aprender a mesclar tecnologia com estratégia.

A IDC prevê que o desembolso mundial por tecnologias e serviços que permitam a transformação digital atingirá US$ 1,97 trilhão em 2022.

Além disto, a IDC também prevê que os gastos das empresas com transformação digital crescerão de forma constante, alcançando uma taxa de crescimento anual composta de cinco anos de 16,7% entre 2017 e 2022.

Transformação Digital e data analytics
A análise baseada em dados e fatos, pode prover uma grande vantagem competitiva. Além de dar suporte para a análise de negócios de sua empresa

A partir de 2018, data analytics tem se tornado o investimento digital número um, de acordo com análise do The Hackett Group.

Isso inclui um foco específico em ferramentas de visualização de dados e machine learning.

Claro que as organizações estão em diferentes estágios na jornada de transformação digital. Mas a velocidade se tornou um imperativo para todos.

Assim sendo, melhorar o encontro com o cliente tornou-se um objetivo crucial. E, portanto, uma parte essencial da transformação digital.

E como se parece um framework de transformação digital dentro das empresas?

Já vimos que a transformação digital pode mudar baseada nos desafios e demandas específicas da organização. Contudo, existem algumas constantes e temas comuns entre os estudos de caso existentes.

Por exemplo, esses elementos de transformação digital mais comuns são a:

• Experiência do cliente
• Agilidade operacional
• Cultura e liderança
• Capacitação da força de trabalho
• Integração de tecnologia digital

Framework Digital
Há elementos em comum nas transformações digitais de sucesso.

Embora cada guia tenha suas recomendações e diferentes etapas ou considerações, os CIOs, CEOs e empresários devem procurar esses importantes temas comuns e desenvolver sua própria estratégia de transformação digital.

 

Qual é a diferença entre digitalização, digitalização e transformação digital?

Não faz muito tempo as empresas mantinham registros por escrito. Seja escrito à mão em livros contábeis ou digitado em documentos. Os dados de negócios eram analógicos.

No caso de você querer reunir ou compartilhar informações, o fez com documentos físicos – papéis e aglutinantes, xeroxes e faxes.

Então os computadores se popularizaram, e a maioria das empresas começou a converter todos esses registros de tinta em papel para arquivos digitais de computador.

Isso é chamado de digitalização: o procedimento de conversão de informações de analógico para digital.

 

Agora, encontrar e compartilhar detalhes tornou-se mais fácil. Uma vez que se tornou digitalizado.

Mas as maneiras que as empresas usaram seus registros digitais normalmente imitavam os antigos métodos analógicos.

Digitização
De nada adianta ser digital se os processos permanecem manuais.

Os sistemas de computador foram realmente projetados em torno de ícones de pastas de arquivos. Isso para deixar a experiência mais familiar e menos intimidante para novos usuários.

Sim, os dados digitais eram exponencialmente melhores para as empresas do que os analógicos.

Mas os sistemas e processos de negócios ainda tinham sido amplamente projetados em torno de sugestões analógicas. Isso envolvia o modo sobre como descobrir, compartilhar e fazer uso de informações.

Dessa forma, o procedimento de usar informações digitalizadas, para aí criar meios padronizados de trabalhar, mais simples e melhores, é chamado de digitalização.

 

 

A digitalização é o uso de dados digitais para simplificar o seu trabalho.

 

Mas preste atenção: A digitalização ainda não é sobre como mudar a forma como você conduz negócios, ou cria tipos de negócios.

Trata-se apenas de manter-se, mais rápido e melhor. Já que seus dados geralmente podem ser instantaneamente acessíveis. Em vez de presos em um armário de arquivos em algum lugar em um arquivo empoeirado.

Pense no suporte ao cliente, seja no varejo (como o case da Magalu), nas operações de campo ou em um call center.

A digitalização mudou o serviço para sempre. Tornou os registros dos clientes facilmente e rapidamente recuperáveis via computador.

No entanto, a metodologia essencial do suporte ao cliente não mudou.

À medida que a tecnologia digital evoluiu, as pessoas começaram a gerar ideias para o uso da tecnologia de negócios de novas maneiras. E não apenas para realizar as coisas antigas mais rapidamente.

Foi quando o pensamento de transformação digital começou a tomar forma em diversas empresas. Com novas tecnologias, novas coisas – e novos meios de fazê-las – foram possíveis.

Por isso a transformação digital agrega valor a cada interação com o cliente.

A transformação digital tem mudado a forma como os negócios são feitos. E, em alguns casos, criando classes totalmente novas de negócios. Melhores e mais vantajosas.

Com a transformação digital, as empresas estão revisitando tudo o que fazem, desde sistemas internos até interações com clientes, tanto online quanto pessoalmente. Dessa maneira, elas estão fazendo grandes perguntas do tipo:

“Podemos mudar nossos processos de uma maneira que permitirá uma melhor tomada de decisão, melhores eficiências ou uma melhor experiência do cliente?”

Agora estamos firmemente enraizados na era digital. A maioria das empresas, de todos os tipos, estão criando meios mais inteligentes, eficazes e disruptivos de aproveitar a tecnologia.

Netflix
A transformação digital pode mudar a estratégia e o posicionamento da empresa para seus produtos ou serviços.

NETFLIX

 

A Netflix é um excelente exemplo. Começou como um serviço de encomendas de correios e interrompeu o negócio de aluguel de fitas de vídeos.

Em seguida, as inovações digitais tornaram possível o streaming de vídeo em larga escala. Hoje, a Netflix assume as redes tradicionais de transmissão a cabo e estúdios de produção. Tudo de uma vez, fornecendo uma biblioteca crescente de conteúdo sob demanda a preços ultracompetitivos.

A digitalização deu à Netflix o poder não apenas de transmitir material de vídeo direto para os clientes. Mas também de obter uma visão sem precedentes sobre hábitos e preferências de visualização.

Isso é a transformação digital fazendo o seu melhor para as empresas: se beneficiar das tecnologias disponíveis para ver que tipo de negócio funciona melhor.

Qual o papel da cultura empresarial na transformação digital?

 

Recentemente, o papel da TI mudou fundamentalmente. Os empresários e CEOs precisam cada vez mais de seus CIOs para ajudar muito a gerar receita para o negócio.

Com base na Pesquisa de 2018 da Harvey Nash/KPMG, a maior prioridade operacional do CIO tem sido a de “melhorar o processo de negócios”.

Mas entre os CIOs dos “líderes digitais” (empresas definidas como top performers) a prioridade operacional do CIO é definitivamente “desenvolver produtos mais recentes.

Em vez de se concentrar apenas na redução de custos, a TI é o principal motor da inovação empresarial. Abraçar essa mudança exige que todos na empresa repensem o papel e o impacto da TI em sua experiência diária.

MINDSET

 

A transformação digital funciona para as organizações em que seus líderes voltaram ao básico. Eles se concentram em mudar a mentalidade de seus membros junto com a cultura organizacional antes de decidirem quais ferramentas digitais usar e exatamente como utilizá-las.

O que os membros vislumbram como o futuro do negócio impulsiona a tecnologia, não o contrário.

Bryson Koehler, CTO, Equifax, diz:

“Há uma mentalidade completamente diferente no trabalho quando você tira a TI de um modo operacional, para uma mentalidade do tipo:

‘Vamos executar algumas soluções embaladas que compramos e que nos lidere’

para ‘Vamos construir e criar novas capacidades ou serviços que não existiam antes’ .”

Mindset
A cultura organizacional pode pedir uma nova mentalidade para que a transformação digital aconteça.

Se você visitar uma boa parte das startups, elas não estarão desenvolvendo programas de software gigantes. Nem a TI estará encolhida no fundo da empresa.

A tecnologia não está mais aqui para apenas executar o mainframe. Ela não está aqui para apenas executar os servidores. Ela não está aqui apenas para executar o centro de informações, ou a rede, ou as operações.

Mas embora a TI tenha um papel significativo na condução da estratégia empresarial de transformação digital, a tarefa de implementar e adaptar-se às mudanças massivas recai sobre todos.

Por isso, a transformação digital pode ser uma questão de pessoas.

 

Soft Skills

 

Iniciativas de transformação digital muitas vezes remodelam grupos de trabalho das empresas. Mudam títulos de trabalho e processos de negócios. Assim, as soft skills de liderança – que se tornam necessárias- estão em grande demanda no mercado.

Sven Gerjets (Mattel) diz que a transformação principal começa com a empatia.

“Sempre que sua empatia é genuína, você começa a construir confiança. No caso de você não ter um negócio que seja solidário e totalmente comprometido com os esforços de transformação, é impossível alcançar o sucesso. Você deve ter líderes que saibam muito bem como “o bom” se parece. Além de saber se estão motivados a ajudar muito a organização a perceber o porquê você faz o que está fazendo.”

A Melissa Swift da Korn Ferry, detalha que descobriu seu trabalho de consultoria três conjuntos de funcionários encontrados transformações digitais lentas:

  • os antigos,
  • os players de by-the-book
  • e os lobos solitários.


As empresas nunca devem ignorar, mas engajar esses três grupos.

“Muitas organizações possuem a jornada digital de forma extremamente uniforme. Com as mesmas mensagens e técnicas implantadas por toda parte. Novas habilidades para todos! Novas equipes! Bem-vindo ao novo mundo!”

Do ponto de vista da gestão de mudanças, isso é loucura. Além de desperdício de investimentos, que poderiam ser gastos mais estrategicamente, visando grupos menores. As empresas devem pensar tanto no conhecimento digital, quanto nas preferências comportamentais de diferentes subpopulações de sua organização. Além de criar mensagens, programas e até ambientes diferentes grupos.”

 

O que impulsiona a transformação digital nas empresas?

 

Uma parte importante, ou quase sempre importante, da transformação digital é a tecnologia.
Mas, muitas vezes, é ainda mais sobre a eliminação de processos desatualizados e de tecnologia legados. Mais do que realmente a adoção de novas tecnologias.

A prevalência de tecnologia legado dificulta a capacidade dos CIOs de seguir com sucesso uma estratégia de transformação digital em suas empresas.
Pesquisas da Forrester sugerem que, normalmente, os CIOs gastam 72% de seus orçamentos em questões de TI já existentes. Enquanto apenas 28% iriam para novos projetos e inovação.

Se as empresas querem evoluir com o ritmo acelerado da mudança digital hoje, elas precisam trabalhar para melhorar a eficiência no uso de suas tecnologias.

Para muitos, o que significa adotar princípios ágeis sobre o negócio. As tecnologias de automação também ajudam muitas organizações de TI a ganhar velocidade e reduzir o débito técnico.

Mas inicialmente, primeiro, entenda o que é possível com a transformação digital na sua empresa.

Um componente fundamental da transformação digital é entender o potencial de sua tecnologia.

Mais uma vez, isso não significa perguntar:

 

“Quão mais rápido podemos fazer as coisas da mesma maneira?”

 

Contudo, Isso significa perguntar:

 

“Qual é a nossa tecnologia que realmente pode aumentar a nossa a capacidade, e adaptar nossos negócios e processos, para ajudar a fazer a maioria de nossos investimentos em tecnologia com sucesso?”

 

Antes da Netflix, as pessoas escolhiam filmes para alugar, provavelmente em locadoras. Vasculhavam prateleiras de fitas e DVDs em busca de algo que parecesse bom para se entreterem.

Agora, bibliotecas de conteúdo digital são atendidas através de dispositivos pessoais, repletas de recomendações e avaliações baseadas nas preferências do usuário.

O direito de transmissão de conteúdo baseado em assinatura para as TVs, computadores e dispositivos celulares foi uma clara interrupção no negócio de aluguel de vídeos em locadores.

Abraçar o streaming também ajudou a Netflix a olhar para o que mais ela poderia fazer com a tecnologia que desenvolveu. Isso resultou em inovações como um sistema de recomendação de conteúdo impulsionado pela inteligência artificial.

 

Transformação digital nas empresas nem sempre é sobre tecnologia

 

Fundamentalmente, a maioria das tecnologias digitais oferece possibilidades de ganhos de eficiência. E aumentam a proximidade com os clientes.

Mas se as pessoas não têm a mentalidade adequada para melhorar as práticas organizacionais, a transformação digital irá falhar. Na verdade, podem até trazer mais problemas.

Por isso, mais do que adotar ou desenvolver novas tecnologias, a transformação digital deve focar na gestão de pessoas e nas estratégias do seu negócio.

Para te ajudar com isso, há 6 lições-chave em transformações digitais que tiveram sucesso.

Lição 1:
Descubra sua estratégia de negócios antes de gastar dinheiro em qualquer coisa. 

Líderes que tentam melhorar o desempenho organizacional usando tecnologias digitais frequentemente têm uma ferramenta específica no coração.

“Nossa organização requer uma estratégia de aprendizado de máquina”, talvez.

Mas a transformação digital deve ser guiada pela estratégia empresarial, e seus negócios, de forma mais ampla.

“Que esteja realmente focando em como sua cadeia de valor do setor está mudando, quem é seu cliente e tudo o que você está fornecendo a eles”.

Lição 2:
Vincule a sua transformação digital com métricas ágeis de negócios com OKRs.

A questão com o digital é que é muito permissivo, e representa uma grande oportunidade, mas também pode ser uma dor de cabeça.

É muito fácil as empresas abandonarem com as iniciativas de transformação digital, diante de tantas possibilidades.

Assim, podemos perder o poder de decisão com ações que mais importam para os objetivos estratégicos. Por pura falta de foco.

Por isso é importante ancorar as iniciativas e definir algumas métricas de negócios vinculados a Objetivos (OKRs).

Poderia ser por crescimento da receita, ou engajamento do cliente? Poderia ser sobre retenção de clientes, ou poderia ser sobre upsell de produtos? Ter alguns números que você pode ancorar a jornada digital pode mantê-lo focado.

Lição 3:
Projete a experiência do cliente, de fora para dentro. 

Se o objetivo da transformação digital é aumentar a satisfação e a intimidade do cliente, então qualquer esforço deve ser precedido por uma fase de diagnóstico aprofundada dos clientes.

O único método para saber onde você pode alterar e como exatamente alterar é geralmente através da obtenção de informações extensas e aprofundadas dos clientes.

Lição 4:
Reconhecer a preocupação dos funcionários em serem substituídos.

Quando os funcionários percebem que a transformação digital pode ameaçar seus cargos dentro de suas empresas, eles podem resistir consciente ou inconscientemente às mudanças.

Se a transformação digital, então, realmente for ineficaz, a gestão acabará por abandonar seu tempo e esforço e seus empregos serão salvos (mais ou menos o pensamento vai).

É importante que os líderes identifiquem esses medos, para enfatizar que o processo de transformação digital pode ser uma oportunidade para os funcionários atualizarem seus conhecimentos. E assim corresponderem ao mercado no futuro.

Lição 5:
Traga a cultura de start-up do Vale do Silício para dentro. 

As start-ups do Vale do Silício são reconhecidas por sua produção ágil de decisões, prototipagem rápida e estruturas planas.

O procedimento de transformação digital nas empresas possui a incerteza em sua natureza. Mudanças são necessárias, disso não há dúvidas.

Porém a extensão destas mudanças só será de fato descobertas conforme a transformação é realizada. Por isso, as mudanças devem ser feitas provisoriamente e ajustadas aos poucos. Ao mesmo tempo que as decisões devem ser tomadas rapidamente. Além de envolver os grupos de toda a organização.

Lição 6:
Mais dados e menos convicções. 

Os dados podem ser a maneira secreta de se obter o mundo digital.
A oportunidade fantástica que você tem com o digital é que para cada cliente você pode otimizar uma oferta.

Com a quantidade de informações que podemos obter de cada cliente, é possível identificar cada um deles em segmentações muito mais específicas. E assim realizar ofertas extremamente personalizadas.

Esse é o passo que lhe permite descobrir como você pode resolver um problema específico do seu cliente.

Quais são as principais tendências de transformação digital para as empresas em 2020?

 

Como Stephanie Overby, da Enterprisers, relatou recentemente:

“A transformação digital em curso entre as indústrias se confirmou em 2019.”

Em muitas áreas, empresários, CEOs e CIOs prepararam suas organizações para a mudança. Mas ainda não deram todo o salto para transformar sua cultura de modo a permitir totalmente a mudança.

Por isso, listamos abaixo oito principais tendências de transformação digital que os líderes de negócios e de TI devem tomar conhecimento em 2020:

• Adoção rápida de modelos operacionais digitais, incluindo equipes multifuncionais integradas.
• Melhor uso de IA e machine learning.
• Atividade contínua de fusões e aquisições no setor de terceirização de TI.
• Consultorias formando novas parcerias digitais.
• Expansão da adoção cloud.
• Novas métricas de realização da transformação digital nas empresas, afinal, o que é medido é gerenciado.
• Maior foco no valor de longo prazo das iniciativas digitais.

Como medir o ROI das empresas na transformação digital?

 

Para provar a realização dos esforços de transformação digital, os líderes têm que quantificar os lucros no retorno. Afinal, métricas de performance apenas não são garantias de resultados.

Roi
O Retorno sobre o Investimento pode dizer se houve retorno quando, no mínimo, os resultados foram capazes de pagar o investimento.

Assim, quantificar o sucesso é vital para o investimento contínuo.

Apenas implementar a tecnologia não é suficiente. A tecnologia deve estar especificamente ligada ao monitoramento da eficácia do processo de negócios.

Com o intuito de determinar o desempenho dos investimentos em transformação digital, é melhor que as empresas tenham uma visão de portfólio do que uma visão de nível de projeto.

Assim como um gestor de fundos mútuos, ou como uma empresa de captação de capital, olhariam para a eficiência de seus investimentos.

Para regular o quão bem as coisas estão indo, os líderes de transformação digital devem ter uma visão holística dos esforços em suas empresas.

Isso é particularmente importante para que o baixo desempenho de um projeto em particular, não reflita negativamente sobre os esforços abrangentes da TI.

Além disso, fornece uma margem de segurança e tolerância para os riscos necessários, que podem ser necessários em uma verdadeira transformação digital.

Em seguida, as empresas devem considerar as diretrizes relativas às métricas de transformação digital:

0

Defina as métricas iniciais com antecedência. Utilize OKRs para aumentar os resultados de seus projeto de transformação digital.

0

Desenvolver pequena métricas para experimentos ágeis: O objetivo é aprender e ajustar.

0

Incorporar resultados de ágeis de negócios

Como podemos começar a transformação digital na minha empresa?

 

Antes de mais nada, se tudo isso faz com que você se sinta tristemente para trás, não tenha medo.

Um dos principais equívocos que empresários e CIOs têm sobre a transformação digital é que seus concorrentes estão muito a frente do que eles.

Talvez provavelmente porque “há muita admiração (e imprensa popular ao redor) dos transformadores mais rápidos, mas pouca crítica sobre o quão difícil é a transformação ou quanto tempo pode levar para uma empresa típica global de 2.000”, diz Tim Yeaton, CMO da Red Hat.

Conforme as empresas formulam sua própria estratégia de transformação digital, há muito a ser aprendido com CIOs e líderes de TI que já iniciaram suas jornadas.

 

Por onde começar?

 

alguns estudos uma variedade de histórias e cases de transformação digital que você pode explorar mais.

Explore tendências que têm provocado mudanças nos produtos e serviços de outras empresas. E então adapte sua empresa para alavancar a transformação digital. E clique aqui para falar conosco se tiver alguma dúvida.

Call centers e service desks funcionam melhor com a tecnologia digital E isso é certamente ótimo. Mas a transformação real vem quando você olha para todas as tecnologias disponíveis. E considera como adaptar seu negócio a eles para proporcionar aos clientes uma experiência melhor.

As mídias sociais surgiram para substituir call centers. Todavia, tornou-se mais um canal para fornecer melhor suporte ao cliente. Dessemodo, adaptar suas ofertas de serviços para abraçar as mídias sociais é outro bom exemplo de uma transformação digital para a sua empresa.

Mas por que parar por aí?

Como apontamos anteriormente, a transformação digital incentiva as empresas a reconsiderar tudo.

Incluindo conceitos tradicionais de equipes e departamentos por exemplo. Há estudos de casos que demonstram isso.

A transformação digital por muitas vezes significa derrubar paredes entre departamentos de sua empresa. Conte conosco para derrubar alguma delas. E construir algumas pontes no lugar 😊

NOSSOS SERVICOS

Como te ajudamos:

Transformação Digital

Otimize sua empresa envolvendo tecnologias e pessoas, para aumentar a performance de seus negócios, melhorar o faturamento e reduzir custos.

Clique aqui

Consultoria Financeira

Desvende o seu fluxo de caixa. Você pode sair do vermelho sem abrir mão do que é essencial para a geração de receitas na sua empresa. Fuja de financiamentos abusivos.

Clique aqui

Gestão Estratégica

Agilize seus resultados e faturamentos. Descubra como a gestão estratégica ágil pode promover mais vendas e receitas, sendo eficiente e eficaz ao mesmo tempo.

Clique aqui
Fale Conosco

Como podemos te ajudar hoje?

Contatos

+55 11 945 071 133

Localização

Av. Paulista 171, andar 4, Bela Vista, São Paulo.

contato@agileit.business